Saúde

Cuidados Paliativos: A importância da assistência psicológica

A nossa série especial do mês de julho traz informações sobre os cuidados paliativos.

Hoje, vamos falar sobre a importância da assistência psicológica nesse processo.

O diagnóstico de uma doença progressiva é algo muito difícil para qualquer paciente. Aqui já se percebe a necessidade de um acompanhamento psicológico, para gerir as emoções que podem vir à tona.

Além disso, os familiares também devem ser incluídos nessa assistência, para que consigam lidar com a situação de uma forma mais preparada emocionalmente.

A equipe de cuidados paliativos é a mais preparada para ajudar um paciente e sua família com o suporte emocional de que eles precisam.

Geralmente, eles explicam aos familiares que os recursos disponíveis para tratar a doença já não são suficientes e que encaminhará o paciente para ser atendido por uma equipe que lhe vai prestar os melhores cuidados possíveis. Quando as coisas correm assim, a família vê a situação com mais tranquilidade.

É função da equipe de cuidados paliativos ajudá-la a entender a evolução da doença e em que estágio o paciente se encontra. O simples fato de iniciar o atendimento faz com que a aceitação seja melhor.

Na próxima semana, falaremos sobre algumas práticas de tratamento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *